De onde vêm os estoques potenciais?

2023-11-14
Resumo:

Encontrar ações potenciais é uma tarefa prazerosa e complexa. Nesse processo, a lucratividade central, o preço razoável e o fosso são fatores importantes.

Encontrar ações potenciais é uma coisa alegre. Imagine que você encontrou uma ação potencial, ganhou uma fortuna com sucesso e alcançou a liberdade financeira. Não é uma coisa muito agradável? Talvez você tenha imaginado que se estivesse aqui e ali, se comprasse essa potencial ação na hora certa, os resultados seriam maravilhosos. No entanto, é mais fácil falar do que fazer encontrar stocks potenciais, mas na verdade é bastante difícil. Encontrar uma ação potencial no mercado de ações é como escolher um parceiro para toda a vida. Você precisa considerar cuidadosamente todas as condições. Este artigo discutirá em profundidade como os estoques potenciais são descobertos.

potential stocks

Lucratividade: os números dizem a verdade

A essência de encontrar ações potenciais não é complicada. O segredo é encontrar uma empresa com boa lucratividade no longo prazo. Embora existam muitos quadros de análise e indicadores, a essência é muito simples, que pode ser resumida como “núcleo três mais um”. O “três” aqui refere-se a três indicadores quantitativos, e o “um” refere-se a um indicador qualitativo não quantitativo.

  1. Margem de lucro líquido: a chave para a lucratividade

    A rentabilidade de uma empresa pode ser medida através de alguns indicadores numéricos, como margem de lucro bruto, margem de lucro líquido e margem de lucro operacional. Entre eles, a margem de lucro líquido é o que mais preocupa os investidores. Representa a proporção do lucro líquido corporativo em relação à receita total. Tomemos como exemplo uma loja de chá com leite. Se o preço for dez yuans por xícara e só puder render um yuan após deduzir todos os custos, a margem de lucro líquido será de 10%. Por outro lado, outra loja de chá com leite é vendida por 20 yuans e, no final, ganha 10 yuans, com uma margem de lucro líquido de 50%. Embora os preços baratos sejam mais atraentes para os consumidores, as empresas com margens de lucro mais elevadas são mais atraentes para os investidores porque são mais capazes de suportar vários riscos.


  2. Comparação do setor: Compreendendo as médias do setor

    Para determinar uma boa margem de lucro líquido, você precisa compará-la com a média do setor ou com empresas semelhantes. Devido aos diferentes modelos operacionais em diferentes setores, as margens de lucro líquido variam muito, por isso é necessário comparar as margens de lucro líquido da empresa com a média do setor. Por exemplo, a margem de lucro líquido de todas as empresas com ações A e americanas está aproximadamente entre 5% e 10%, enquanto a margem de lucro líquido das indústrias financeiras, de chips, de software, de tabaco, de medicamentos e de outras indústrias pode atingir mais de 20%. %. Os investidores devem considerar as médias do setor em um setor específico ao selecionar ações potenciais.

    Para algumas empresas de rápido crescimento, especialmente empresas de Internet, podem investir uma grande quantidade de dinheiro em subsídios ou em investigação e desenvolvimento durante a fase de rápida expansão, resultando em lucros líquidos negativos. Nesse caso, você pode focar na margem de lucro bruto, que é a margem de lucro depois de todos os custos diretos, para ter uma ideia melhor da rentabilidade da empresa.


  3. Saúde financeira: a importância dos índices atuais

    Além da rentabilidade, a saúde financeira da empresa também é crucial. O índice de liquidez corrente é uma medida fundamental da saúde financeira de uma empresa e é calculado como o ativo circulante dividido pelo passivo circulante. Quanto maior o índice de liquidez corrente, mais liquidez a empresa terá e mais saudável será sua posição financeira. Geralmente, é recomendado que o índice de liquidez corrente seja superior a 1,5 para garantir que a empresa possa fazer face às responsabilidades de curto prazo.


Preço razoável: encontre empresas subvalorizadas

Uma boa empresa não é necessariamente igual a um bom estoque, por isso o preço da empresa precisa ser considerado. A relação preço/lucro (valor P/L) é o indicador mais comum para avaliar os preços das ações. É calculado dividindo o preço das ações pelo lucro líquido. Quanto menor o valor P/L, menor será o preço das ações. Existem grandes diferenças nos valores de P/L entre diferentes setores, portanto, é necessário fazer comparações com empresas do mesmo setor ou com médias do setor.


Fosso: a vantagem competitiva da empresa

Além dos indicadores numéricos, um dos indicadores não quantitativos de estoques potenciais é o fosso. Fosso refere-se a algumas características ou vantagens únicas de uma empresa que lhe permitem manter a competitividade a longo prazo num mercado altamente competitivo. Este indicador não quantitativo pode ser mais importante que os números anteriormente mencionados. O fosso pode ser entendido como o limiar ou núcleo de competitividade da empresa. Quando um modelo de negócio é comprovadamente rentável, a questão de saber se é fácil para outras empresas imitá-lo é a chave para o fosso, e é também uma das considerações sobre onde são descobertas ações potenciais.

  1. Poder da marca: o valor agregado da marca

    As marcas são um dos fossos mais fortes nos setores de bens de consumo e varejo. A marca não é apenas o produto em si, mas também lhe confere um valor acrescentado único. Por exemplo, o valor da marca Kweichow Moutai permite que seja vendido a um preço elevado, mas os consumidores ainda estão dispostos a comprá-lo. Os investidores devem considerar a influência da marca ao selecionar ações potenciais.


  2. Efeitos de rede: as vantagens da escala

    O efeito de rede é um fosso poderoso. Quando a escala do produto atinge um determinado nível, a sua influência será ainda mais reforçada. Por exemplo, o WeChat tem um forte efeito de rede no campo de APP de comunicação e os usuários estão mais dispostos a usá-lo do que outros concorrentes.


  3. Aderência do usuário: a chave para reter usuários

    A adesão do usuário refere-se à lealdade do usuário a um determinado produto, também conhecida como custos de troca. Depois que os usuários se acostumam com um produto, eles podem relutar em mudar para outros produtos. Isto proporciona à empresa um fluxo constante de receitas e é um fosso fraco, mas durável.


  4. Outros fossos: tecnologia patenteada, aprovação limitada, etc.

    Além da marca, dos efeitos de rede e da adesão do usuário, há também alguns fossos óbvios, como tecnologia patenteada, difícil aprovação de licença e altos custos de investimento inicial.


Não foque em pequenos ganhos no momento; tenha uma visão de longo prazo

No final, ao escolher ações potenciais, não procure lucros pequenos e imediatos, mas tenha uma visão de longo prazo. Os três mais um principais, nomeadamente rentabilidade, preço razoável, fosso e vantagens competitivas da empresa, ajudarão os investidores a tomar decisões mais informadas. Lembre-se: não deixe que os ganhos de curto prazo atrapalhem seu julgamento sobre o valor da empresa a longo prazo. Na jornada para o mercado de ações, somente agindo com cautela e mantendo sempre a mente clara você poderá obter satisfação em investir a longo prazo.


Isenção de responsabilidade: Este material é apenas para fins de informação geral e não se destina a ser (e não deve ser considerado como sendo) aconselhamento financeiro, de investimento ou outro no qual se deva confiar. Nenhuma opinião dada no material constitui uma recomendação da EBC ou do autor de que qualquer investimento, título, transação ou estratégia de investimento específica seja adequada para qualquer pessoa específica.

Ao identificar e tomar decisões comerciais com base na cruz da morte, o que deve ser observado?

Ao identificar e tomar decisões comerciais com base na cruz da morte, o que deve ser observado?

O cruzamento mortal ocorre quando a linha de curto prazo cruza abaixo da linha de longo prazo, sinalizando uma potencial tendência de baixa. Os investidores podem vender ou adotar uma estratégia conservadora, considerando as condições de mercado, os fundamentos e os níveis de suporte e resistência.

2024-02-16
O que exatamente é um déficit comercial?

O que exatamente é um déficit comercial?

O défice comercial ocorre quando as importações superam as exportações, levando à desvalorização da moeda, à instabilidade económica e à concorrência industrial. O fosso entre os EUA desencadeia tensões sino-americanas, realçando o desequilíbrio económico global.

2024-02-16
Causas, efeitos e estratégias de solução dos déficits fiscais

Causas, efeitos e estratégias de solução dos déficits fiscais

Um défice fiscal ocorre quando os gastos excedem os rendimentos, estimulando a economia, mas conduzindo à dívida e à inflação a longo prazo. As causas são a má gestão e as políticas deficitárias. Soluções: cortar gastos, aumentar impostos e administrar dívidas.

2024-02-16